fbpx
ambiente GxP

Por Jacob Dupuis

Empresas farmacêuticas, biofarmacêuticas e de dispositivos médicos recorrem à Tulip para casos de uso que abrangem treinamento, instruções de trabalho, liberação de linha, livros de registro, registros históricos, controle de qualidade e liberação de lote/dispositivo. Com os recursos GxP recém-lançados na plataforma Tulip, é mais fácil do que nunca para as empresas sujeitas à conformidade regulatória aproveitar as vantagens da transformação digital. Registros históricos digitais e registros históricos de lotes podem ser usados em tempo real, melhorando a eficiência de suas operações.

A Plataforma da Tulip inclui aplicativos pré-construídos que você poderá usar para entender os meandros da plataforma para aquele caso de uso específico, além de ter a facilidade de começar a construir aplicativos sem necessidade de programação (no-code) em ambientes GxP (termo geral para aplicação de boas práticas que também pode ter a sigla BPx em português, conforme utilizado pela ANVISA). Os vídeos de Giovanni Carrara, líder de comunidade na Tulip, darão a você uma visão em primeira mão da plataforma em ação ao explorar esses aplicativos.

Em nosso artigo anterior da série Criando aplicativos em um ambiente GxP, mostramos como é um aplicativo de um livro de registros digital. Hoje vamos dar uma olhada na ferramenta de histórico como parte do exemplo do livro de registros.

No vídeo anterior, modificamos o aplicativo do livro de registros para alterar um registro de limpeza.

Ferramenta de histórico em um aplicativo de registro de limpeza (que pode ser configurado em português).

Para rastrear essa mudança, vamos dar uma olhada no que é chamado de ferramenta de histórico. Ela oferece visibilidade e rastreabilidade sobre a criação, atualização e exclusão de registros da tabela. É uma ferramenta interativa e rolável, que você poderá incorporar em seu aplicativo e vincular a um registro de tabela específico.

Depois de selecionar um registro, o usuário final será levado a uma etapa que exibe todas as informações do registro, incluindo:

  • Quando ele foi criado
  • Quais informações foram inseridas
  • Quem estava fazendo isso
  • Quando isso aconteceu
  • Quais mudanças foram executadas

Como você pode ver, uma mudança foi implementada: aqui passamos da solução 11 para a solução 12.

Ferramenta de histórico em um aplicativo de registro de limpeza (que pode ser configurado em português).

Agora você terá rastreabilidade total sobre os registros conforme eles mudarem com o tempo. Você poderá acompanhar as alterações feitas pelo usuário final conectado que inseriu suas credenciais na pilha de assinaturas eletrônicas (electronic signature stack).

Para começar a usar um livro de registros ou aplicativo Registro de Histórico por conta própria, visite nosso aplicativo de modelo na Biblioteca da Tulip.

O próximo artigo desta série abordará as assinaturas eletrônicas na Tulip. Se você quiser saber mais sobre o futuro da manufatura das ciências da vida (life sciences manufacturing), recentemente hospedamos um evento com especialistas do setor repleto de apresentações, painéis e mesas redondas. Você poderá um resumo da parte 1 aqui, da parte 2 aqui e da parte 3 aqui.

e você desejar saber como a Tulip, representada no Brasil com exclusividade pela Konitech, poderá ser implementada em sua operação, entre em contato conosco hoje mesmo para obter mais informações.

Fonte: Tulip

E-BOOK

Este guia fornece uma visão geral abrangente da manufatura digital para a indústria farmacêutica. Ao longo deste e-book, revisaremos casos de uso, tecnologias e estratégias para aplicar a tecnologia digital em suas operações. Este é o seu roteiro para desenvolver recursos digitais em setores altamente regulamentados.

One Trackback:

[…] chegar a hora da revisão do registro do lote, todas as informações ficam disponíveis e legíveis, economizando tempo, corrigindo marcas ilegíveis e evitando qualquer perda de informações entre […]

Comments are closed.

× Como posso te ajudar?