fbpx
produção

Por Kevin Kononenko

Os princípios de manufatura enxuta estão enraizados na prática de Genchi Gembutsu, ou "vá e veja". Em outras palavras, se você quiser resolver problemas de manufatura, precisará estar intimamente conectado às operações diárias do seu chão de fábrica.

No entanto, desde que o COVID-19 se espalhou rapidamente pelo mundo em fevereiro e março de 2020, as condições previsíveis que permitiram que a Lean (manufatura enxuta) florescesse desapareceram.

As cadeias de suprimento foram desarrumadas.

As operações de manufatura foram reduzidas a apenas equipes de missão crítica.

Todo o departamento de manufatura teve que encontrar uma maneira de trabalhar em casa.

Nesse período volátil, existem algumas coisas que você poderá fazer para continuar a aprimorar suas habilidades, para estar pronto para agir rapidamente quando a produção for reiniciada.

1) Aprender os princípios de manufatura digital

O Fórum Econômico Mundial (World Economic Forum, ou WEF) identificou "melhor qualificação" e "requalificação" como duas grandes barreiras ao aumento da produtividade das empresas.

Em termos práticos, isso significa que os engenheiros de produção de todo o mundo precisam se treinar (ou serem treinados por seus empregadores) para poder usar a última onda de tecnologia.

Felizmente, essas novas tecnologias costumam ser baseadas na nuvem, ou são suficientemente baratas para serem compradas se você estiver em casa.

Infelizmente, elas também têm curvas de aprendizado significativamente mais íngremes do que o conjunto tradicional de ferramentas da Microsoft (Excel, Powerpoint, etc.).

Assim, as empresas poderão usar essa pausa da produção para aprender habilidades de manufatura digital. Com um pouco de esforço, eles poderão aplicá-las imediatamente após o retorno ao trabalho.

Por exemplo, empresas como a OnShape criaram academias online para ensinar software CAD. A Tulip criou sua própria universidade online gratuita para ensinar os alunos a criar aplicativos de manufatura gratuitamente.

Os cursos ensinam qualquer empresa sobre a digitalização de ativos comuns do chão de fábrica, como instruções de trabalho, inspeções de qualidade e registros de lotes.

Isso significa que, se você tiver acesso a qualquer documento do seu chão de fábrica em papel ou no Excel, poderá criar seu próprio aplicativo, que rastreia dados em tempo real, e implantá-los imediatamente quando voltar ao trabalho. Nenhuma programação por código é necessária.

Aqui está um exemplo de um aplicativo que rastreia a situação da sala no processo de produção farmacêutica:

produção

Tradicionalmente, essas informações são rastreadas em quadros brancos situados nas instalações.

Essas habilidades não são teóricas. Eles podem ser aplicadas imediatamente em muitos tipos de operações de manufatura e podem ser aprendidas no seu computador pessoal.

2) Envolver-se em um projeto de código aberto

Em março de 2020, centenas de projetos de código aberto surgiram em todo o mundo para combater a propagação do COVID-19.

Muitos desses projetos se concentram no aumento da produção de equipamentos médicos para ajudar hospitais sobrecarregados.

Alguns exemplos de produtos que estão sendo planejados e desenvolvidos por grupos de código aberto:

  • Ventiladores pulmonares
  • Escudos faciais
  • Máscaras de mergulho convertidas em ventiladores para emergências
  • Máscaras faciais costuradas à mão

Alguns exemplos de comunidades de código aberto são a Endcoronavirus.org e a Helpful Engineering. Esses projetos são construídos por pessoas com habilidades variadas. Alguns participantes são especialistas em testar dispositivos médicos, outros são especialistas em cadeia de suprimentos/logística e outros são médicos que estão desesperados para obter ajuda.

Ao adicionar seus conhecimentos de manufatura a um projeto, você poderá ser exposto a uma série de especialistas que, de outra forma, você não conseguiria encontrar. Além disso, você aprenderá sobre toda a gama de atividades necessárias para criar um dispositivo médico e distribui-lo com êxito.

3) Criar uma organização de manufatura mais resiliente

Finalmente, você poderá aproveitar esta oportunidade para criar mais opções de reserva e processos dentro da sua organização para evitar futuros eventos perturbadores.

Por exemplo, se sua cadeia de suprimentos depender de empresas localizadas em um determinado país, este poderá ser um bom momento para procurar opções de fornecedores em vários países.

Ou, você poderá encontrar maneiras de alocar ferramentas para diferentes associados que lhes permitam continuar fazendo seu trabalho em casa. Essa abordagem "distribuída" da manufatura pode não ser tão produtiva, mas permitirá diminuir o choque causado por futuros eventos disruptivos.

Fale conosco se estiver precisando de ajuda!

Fonte: Tulip

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

Deixe uma resposta

× Como posso te ajudar?