fbpx
kit de Internet das Coisas Industrial

Por Madilynn Angel

Visão geral da Internet das Coisas e definições principais

Há muito a ser resolvido na questão, "o que é um kit de Internet das Coisas Industrial?" Em primeiro lugar, vamos definir a Internet das Coisas. A Internet das Coisas (ou IoT) se refere a objetos que compartilham informações entre si. Esses itens conectados incluem qualquer coisa, desde uma bicicleta (ou esteira) ergométrica conectada ao celular em seu condomínio, até um sensor de umidade conectado à rede em um chão de fábrica.

De fato, a “Internet das Coisas Industrial” (IIoT) se refere a dispositivos como o sensor de humidade acima mencionado. Ela inclui a Internet das Coisas em ambientes industriais, como na manufatura. A IIoT pode incluir dispositivos como leitores de código de barras e um display de luzes, sensores e outras máquinas envolvidas na produção, que estão conectadas a uma rede (geralmente na nuvem).

O significado de um “kit”

Historicamente, os projetos de Internet das Coisas Industrial faziam parte de projetos maiores de transformação digital industrial, também conhecidos como projetos da Indústria 4.0. Esses projetos têm grande potencial para as empresas, já que muitas das ferramentas usadas por engenheiros de manufatura, incluindo engenheiros de qualidade e de processo, são baseadas em papel ou são analógicas. Até o desenvolvimento de um kit de IIoT, esses tipos de projetos eram historicamente longos e difíceis de acessar, devido aos altos custos de entrada, aquisição necessária de equipes de tecnologia da informação (TI) e tecnologia operacional (TO) e outros requisitos.

Os kits de Internet das Coisas industrial (IIoT) simplificaram esse processo eliminando o risco dos projetos iniciais da IIoT. Um kit de Internet das Coisas Industrial (IIoT) geralmente inclui os dispositivos de que uma fábrica precisa para começar a usar a Internet das Coisas e/ou a transformação digital em seu chão de fábrica. Os dispositivos conectados enviam e extraem informações para sistemas existentes ou novos usados por uma fábrica. A ascensão da Internet das Coisas está amplamente ligada à ascensão do software em nuvem na manufatura.

Principais componentes de um kit de IIoT

Portais (gateways)

Um componente chave de um kit IIoT é um gateway. O gateway é necessário para conectar dispositivos à plataforma. A plataforma pode ser baseada na nuvem ou no local. As fábricas podem usar o gateway em seu kit IIoT para conectar seus dispositivos, máquinas e sensores e coletar dados do chão de fábrica. Os dados sendo coletados pelo gateway podem ser correlacionados com os dados coletados das máquinas ou com os dados coletados por meio de entradas manuais, usando um aplicativo de manufatura.

Dispositivos conectados

Os kits IIoT oferecem soluções de dispositivos tipo plug-and-play, que permitem que você conecte facilmente dispositivos de uma variedade de fornecedores. Esses dispositivos podem incluir um display de luzes, sensores, pedais, teclados, dispositivos pick-to-light*, tomadas elétricas, sensores de pressão e outros dispositivos. Ao escolher entre os kits de IIoT, considere quais dispositivos eles suportam e como isso poderá prejudicar ou ajudar as oportunidades em potencial para expandir seu uso da IIoT.

*Os sistemas Pick-To-Light são sistemas convenientes e intuitivos que facilitam a separação de pedidos sem papel, mantendo as mãos livres.

Sistema operacional

Um sistema IIoT coleta muitos dados do chão de fábrica. No entanto, você precisará de uma plataforma/sistema operacional para processar e transformar as informações em algum tipo de saída utilizável. Considere as oportunidades e limitações do sistema operacional que você conectará aos seus dispositivos. Isso o ajudará a responder às perguntas que você está procurando? É acessível e fácil de usar? Quem precisará estar envolvido no projeto agora e no futuro? Ele se integra aos sistemas em que sua fábrica já opera?

Benefícios de um kit IIoT

Descubra o que é possível

A IIoT desbloqueia possibilidades quase infinitas. Isso poderá dificultar a escolha de um projeto, identificar os componentes necessários para executa-lo e garantir que ele seja imediatamente valioso para a sua organização. Um kit IIoT poderá ajudar a fornecer todos os componentes necessários para o projeto. Com projetos genéricos, ele poderá ajudar fornecendo um gateway para se conectar a dispositivos conectados já existentes, ou fornecer um conjunto de sensores com aplicativos na maioria das configurações da fábrica.

Use um kit IIoT para garantir que você tenha todos os componentes necessários para começar e evitar atrasos nos equipamentos e aumento do orçamento. Isso o ajudará a diminuir o risco do investimento inicial.

Rápido retorno

A implantação de seu primeiro kit IIoT deverá levar de minutos a horas, com um tempo para valorização de dias − versus o período de um mês de projetos e iniciativas de melhoria de processo tradicionais.

Prova de conceito de baixo custo

Cerca de 84% dos projetos de transformação digital falham. Os kits IIoT podem suportar uma prova de conceito de escopo menor. Isso ajudará o líder do projeto a descobrir o que é totalmente necessário para configura-lo, as ferramentas de que precisam para torna-lo possível e o valor que ele fornece.

As informações desse projeto fornecem às empresas informações sobre o ROI que ele espera do projeto, bem como o custo real de implantação. Isso garante que ele esteja preparado para executar um projeto de transformação digital bem sucedido, em um ritmo e custo sustentáveis.

A Tulip, representada com exclusividade no Brasil pela Konitech, foi a pioneira do primeiro kit IIoT do mundo, o “Kit de Fábrica”. Cada caixa inclui um I/O Gateway, kit de luz, leitor de código de barras, pedal, sensor de quebra de feixe, sensores de temperatura/umidade, display de luz e uma assinatura de 1 ano da Tulip Professional. Você está interessado em falar com um especialista? Entre em contato conosco hoje mesmo.

Fonte: Tulip

E-BOOK

Augmented Worker

Potencializando as Pessoas na Indústria 4.0

Este guia apresentará o aprimoramento da manufatura – as novas tecnologias, seus casos de uso e seus princípios. Definiremos o que significa extensão no contexto da manufatura, explicaremos por que a manufatura precisa ser aprimorada agora e avaliaremos as diferentes tecnologias e aplicações que estão ampliando a atividade dos trabalhadores no chão de fábrica, no cenário atual.

Deixe uma resposta

× Como posso te ajudar?