fbpx
desempenho humano

Por John Klaess

Este artigo foi projetado para ajudá-lo a maximizar o desempenho humano em suas operações, introduzindo alguns conceitos simples, mas essenciais, para entender quando e por que os seres humanos cometem erros.

No final, vincularemos todos esses conceitos a um gráfico, que o ajudará a isolar as causas do erro humano em suas operações, permitindo melhorar os operadores para aumentar a eficiência em seu chão de fábrica.

As três formas do desempenho humano

Pesquisas recentes em estudos de psicologia e administração identificaram três formas de desempenho humano. Cada uma dessas formas descreve um conjunto de comportamentos e respostas subjacentes ao modo como os seres humanos realizam o trabalho.

Compreender essas formas de desempenho é a chave para entender o erro.

desempenho humano

O Desempenho Baseado em Habilidades

O desempenho baseado em habilidades (DBA) descreve situações em que os trabalhadores realizam uma tarefa com pouco pensamento consciente. O DBA geralmente é o resultado de uma vasta experiência em uma determinada operação.

Ao operar em um modo baseado em habilidades, os indivíduos contam com "sequências pré-programadas de comportamento" com "pouca ou nenhuma alocação de recursos de atenção".

Você pode pensar no DBA como coisas que fazemos automaticamente, como andar de bicicleta, digitar ou escrever à mão.

O Desempenho Baseado em Conhecimento

Pelo seu nome, o desempenho baseado no conhecimento (DBC) pode ser facilmente mal interpretado.

De acordo com o Padrão de Desempenho Humano do Departamento de Energia dos EUA, "a situação descrita como 'modo baseado em conhecimento' pode ser melhor chamada de modo baseado em 'falta de conhecimento'”. Isso ocorre porque contamos com o desempenho baseado no conhecimento quando não sabemos o que estamos fazendo, como quando nos deparamos com situações totalmente desconhecidas.

Nestes casos, contamos com o nosso conhecimento existente para nos ajudar. Procuramos padrões e aplicamos o esquema que aprendemos ao realizar outras tarefas à situação que está diante de nós.

O Desempenho Baseado em Regras

O desempenho baseado em regras (DBR) se aplica quando as mudanças no contexto impedem um indivíduo de confiar nas suas habilidades. Nesta forma de desempenho, um trabalhador aplicará regras escritas ou memorizadas para enfrentar uma situação desconhecida. Se os aspectos de uma situação corresponderem a uma habilidade aprendida, o trabalhador recorrerá a comportamentos baseados em habilidades. Caso contrário, ele consultará fontes externas.

Outra maneira de pensar sobre o desempenho baseado em regras é como ocorre nas sequências de decisões “se-então”. Se a situação for unilateral, então deve-se seguir o comportamento prescrito.

As três formas de erro

Para cada forma de desempenho, há uma forma de erro associada. Esta seção explicará como diferentes tipos de desempenho levam a diferentes tipos de erro.

desempenho humano

O erro baseado em habilidades: falta de atenção

Ao operar em uma forma de desempenho baseada em habilidades, a maioria dos erros se deve à desatenção. Isso ocorre porque é fácil cair no "piloto automático" e ignorar mudanças nas condições ou tarefas. Exemplos de erros baseados em habilidades incluem colocar suco de laranja em vez de leite no cereal, ou dirigir direto para casa, em vez de ir ao supermercado, ao realizar tarefas após o trabalho.

Na manufatura, os operadores são particularmente propensos a cometer erros baseados em habilidades ao realizar tarefas repetitivas, ou durante transições para novos processos e linhas de produtos.

O erro baseado em conhecimento: imagem mental imprecisa

Como o desempenho baseado em conhecimento depende da compreensão de uma tarefa por um indivíduo, muitos erros resultam de falhas dessa compreensão. Quando forçado a responder a novas circunstâncias, um indivíduo recorrerá ao que ele já sabe, em vez de examinar a situação e responder aos fatos na prática. Aplicamos padrões conhecidos a situações desconhecidas.

Esse tipo de erro é comum na manufatura. Por exemplo, durante um tempo de inatividade inesperado, um engenheiro poderá buscar uma solução que funcionou no passado, sem primeiro avaliar todos os dados existentes sobre o desempenho de uma máquina.

O erro baseado em regras: más escolhas

Os erros baseados em regras envolvem más escolhas.

Como os indivíduos estão respondendo às sequências de decisão do tipo se-então, interpretações errôneas das regras ou desvios dos procedimentos prescritos levam a erros. Como escreve o Departamento de Energia dos EUA:

As pessoas podem não compreender totalmente, ou detectar as condições dos equipamentos, ou da instalação, que exigem uma resposta específica. Os erros envolvem desviar-se de um procedimento aprovado, aplicar a resposta errada a uma situação de trabalho, ou aplicar o procedimento correto à situação errada”.

O desempenho humano explicado em um gráfico

Este gráfico o ajudará a visualizar as diferentes formas de desempenho e os erros associados a elas.

desempenho humano
As diferentes formas de desempenho, as formas de erro a elas associados e os contextos nos quais eles se tornam prováveis.

Os dois eixos deste gráfico são familiaridade e atenção, com cada um deles aumentando à medida que se afastam de zero.

Onde a familiaridade é maior e a atenção é menor, você vê o desempenho baseado em habilidades. Em outras palavras, quanto melhor soubermos alguma coisa, menos teremos que colocar nossa atenção nela. Quanto menos colocarmos nossa atenção nas tarefas, maior será a probabilidade de erros ocorrerem.

Por outro lado, você tem um desempenho baseado em conhecimentos. Aqui, a atenção é alta precisamente porque a familiaridade é menor. Aqui, quando ocorrem, é apesar dessa atenção. Muitas vezes é porque não temos uma imagem mental forte da tarefa, ou nossos modelos existentes não são adequados para a situação que temos diante de nós.

No meio está o desempenho baseado em regras. Neste caso, há uma quantidade igual de atenção e familiaridade. Aqui, uma má interpretação das regras ou sequências de ação leva a erros.

Como isto se aplica à manufatura

Para esclarecer este ponto, pense em como você poderia mapear diferentes processos de manufatura de acordo com este gráfico.

Sob o desempenho baseado em habilidades, podemos colocar montagens manuais, manutenção de rotina, troca de máquinas e todas as outras tarefas que os operadores e engenheiros executam todos os dias sem pensar muito. Com que frequência até o trabalhador mais experiente cometerá erros por falta de atenção?

O erro humano é um fato na manufatura, mas é fácil de prevenir se você equipar suas operações com ferramentas que mantêm os operadores engajados e que incluem verificações contra erros comuns.

Por outro lado, as tarefas baseadas em conhecimento, podem ser montagens discretas complexas e variáveis, produtos que requerem personalização ou introduções de novos produtos, quando os funcionários são relativamente novos em relação a um processo ou a um produto. Aqui, a falta de familiaridade leva a erros, pois os trabalhadores tentam dar sentido à nova tarefa por meio de sua compreensão dos processos anteriores.

Com as ferramentas certas, todos esses erros são evitáveis. O truque é identificar onde os erros são prováveis e equipar suas linhas com soluções que ajudarão seus funcionários a ter um melhor desempenho.

A Konitech, através da plataforma de aplicativos de manufatura da Tulip, ajuda as empresas a melhorar a produção dos funcionários, em vez de automatizá-la. A plataforma de aplicativos conecta pessoas, máquinas e sensores para otimizar a manufatura. Você está curioso para saber como podemos ajudá-lo a melhorar o desempenho humano? Entre em contato conosco hoje mesmo para obter uma demonstração gratuita.

Fonte: Tulip

E-BOOK

Augmented Worker

Potencializando as Pessoas na Indústria 4.0

Este guia apresentará o aprimoramento da manufatura – as novas tecnologias, seus casos de uso e seus princípios. Definiremos o que significa extensão no contexto da manufatura, explicaremos por que a manufatura precisa ser aprimorada agora e avaliaremos as diferentes tecnologias e aplicações que estão ampliando a atividade dos trabalhadores no chão de fábrica, no cenário atual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?