fbpx
monitoramento de recursos

Por John Klaess

O monitoramento de recursos está rapidamente se tornando um dos principais casos de uso da tecnologia da Internet das Coisas Industrial (IIoT). Com a IIoT, as empresas têm a oportunidade de rastrear o uso de recursos valiosos com maior precisão e granularidade do que nunca.

Este artigo:

  • Definirá o monitoramento de recursos como um importante aspecto do monitoramento das máquinas;
  • Explicará como o monitoramento de recursos através da IoT poderá aumentar a economia e melhorar a eficiência;
  • Fornecerá casos de uso para o monitoramento de recursos, que se aplicam a setores distintos e de processo.

O que é o monitoramento de recursos?

O monitoramento de recursos é simplesmente a medida, análise e otimização de um determinado recurso.

Todos as empresas usam uma variedade de recursos no decorrer das operações diárias. Da eletricidade à água e à cera para injeção, o uso eficiente dos recursos é crucial para o crescimento das margens e o aumento da lucratividade.

Para rastrear um recurso, os engenheiros colocam sensores, dispositivos de IoT ou medidores em pontos críticos de um ativo ou ao longo de um fluxo de valor, para rastrear o consumo desse recurso.

Quando feito com uma ferramenta como a Tulip, esses sensores comunicam os dados de uso de recursos aos painéis de análise, onde informações críticas são exibidas em tempo real.

Monitoramento de recursos
Os painéis de análise visual possibilitam comparar e rastrear o uso de recursos em tempo real.

O objetivo do rastreamento de recursos é criar visibilidade sobre o consumo de materiais críticos de uma missão, a fim de aprimorar a melhoria contínua.

O monitoramento de recursos é parte da OEE?

A resposta curta é nem sempre.

Embora haja algum debate sobre se o monitoramento de recursos se sobrepõe à OEE, isto ajuda a pensar nele como uma métrica diferente.

Por exemplo, o uso de energia por uma máquina pode ser ineficiente sem afetar sua eficácia geral. Por outro lado, se o monitoramento de recursos for usado para ajudar a rastrear a disponibilidade ou o desempenho de um ativo, ele poderá ser aplicado para rastrear a eficácia geral.

Todavia, as informações coletadas por meio de um programa de monitoramento de recursos são importantes para a compreensão da Eficiência Geral do Processo (OPE).

Monitoramento de recursos
Com o monitoramento de recursos, você poderá medir exatamente quanto de um determinado recurso seus ativos industriais consomem.

Quais são as vantagens do monitoramento de recursos através da IIoT?

Há muitas vantagens em rastrear o uso de recursos da sua manufatura. Algumas das vantagens mais comuns incluem:

  • Visibilidade ampliada do processo
  • Melhor alocação de recursos
  • Maior eficiência dos ativos
  • Planejamento mais preciso dos estoque
  • Visualização em tempo real do uso dos recursos
  • Melhor compreensão do ciclo de vida das máquinas
  • Novas oportunidades para economizar custos e eliminar resíduos

Exemplo de manufatura: monitoramento do consumo de energia através da IoT

O monitoramento do uso de energia é uma das formas mais simples de monitoramento de recursos e requer pouco hardware para funcionar.

O monitoramento do uso de energia pode ser implementado particionando os circuitos de uma manufatura para isolar o departamento ou ativo desejado. Após a divisão dos circuitos, os engenheiros podem instalar medidores de energia para monitorar quanta energia um processo consome. O monitoramento do uso de energia deve rastrear tensão, corrente elétrica, fator de potência, potência aparente, potência ativa, potência reativa e energia em KWpH.

Ao usar a IoT para fazer o monitoramento do uso de energia, os medidores comunicam os dados coletados diretamente a uma plataforma de análise. Essas informações são exibidas nos painéis em tempo real, oferecendo uma visualização fácil de entender sobre o consumo de energia. Com um sistema como o da Tulip, esses dados são armazenados em uma tabela, que não depende de programação para ser criada, onde podem ser facilmente acessados, sem a necessidade de escrever complexas consultas de programação em linguagem SQL.

Embora existam muitos aspectos dessas informações que uma empresa possa usar produtivamente, um dos mais úteis é uma medida precisa do fator de potência (energia fornecida pelo provedor da concessionária dividida pela energia usada). Os fatores de baixa potência são geralmente causados por carga indutiva. Identificar 1) baixo fator de potência e 2) fontes de carga indutiva, podem destacar quais são os frutos da árvore que estão mais perto do chão, para obter melhoria.

Aqui estão algumas maneiras vistas por nossos engenheiros para fazer o monitoramento do uso de energia, e que foram usadas para criar valor.

O monitoramento do uso de energia revelou que as lâmpadas fluorescentes compactas de uma empresa prejudicavam o fator de potência. Essas lâmpadas fluorescentes compactas foram substituídas por LEDs, reduzindo o consumo de energia em todo o circuito.

  1. Os aparelhos de ar condicionado utilizados durante a produção não operavam com a mesma eficiência. O monitoramento do uso de energia permitiu que os engenheiros identificassem as unidades com pior desempenho para substitui-las.
  2. Quando usado em conjunto com o monitoramento das condições ambientais, os engenheiros conseguiram identificar uma temperatura que impedia que as máquinas consumissem excesso de energia.
  3. Algumas máquinas tiveram um desempenho ruim quando os filtros de ar entupiram. Os sensores de ar, combinados ao monitoramento do uso de energia, permitiram que uma empresa isolasse a causa raiz da piora do desempenho e substituísse os filtros, antes que isso prejudicasse o desempenho.

Cada uma dessas melhorias incrementais pode levar a economias significativas no acumulado.

O monitoramento de recursos em suas operações

Embora o monitoramento do uso de energia seja uma forma comum de monitoramento de recursos, ele está longe de ser o único exemplo.

Nós também já vimos empresas usarem o monitoramento de recursos nas seguintes tarefas:

  • Rastrear a quantidade de água usada como refrigerante, reduzindo custos e garantindo a conformidade com os regulamentos locais;
  • Rastear a quantidade de produtos químicos usados em um processo de produção farmacêutica;
  • Medir a produção de cera através de um processo de moldagem por injeção;
  • Rastrear a disponibilidade, agendamento e consumo de recursos por determinados ativos;
  • Aumentar a compreensão das causas do tempo de inatividade das máquinas para melhorar a utilização dos ativos.

Você está curioso para saber como a Konitech, através das soluções da Tulip, pode ajudá-lo a trazer visibilidade ao uso de recursos? Entre em contato conosco hoje mesmo para obter uma consulta sobre monitoramento das máquinas.

Fonte: Tulip

E-BOOK

Este guia é nossa tentativa de convencê-lo de que a primeira palavra na expressão “Cultura Digital” é a mais importante das duas. Adiante, iremos definir e descrever a cultura digital na manufatura; delinear conceitos tecnológicos importantes; e fornecer estratégias concretas para alinhar a visão com a prática. No final, você terá uma base para promover uma forte cultura digital em sua organização e colher os benefícios trazidos por ela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *