fbpx
IIoT para iniciantes

Por Wolf Kolb

Atualmente, a IoT industrial, a digitalização e a Indústria 4.0 são tópicos importantes na manufatura. Neste artigo, compartilhamos nossa experiência sobre o que você precisa considerar para estabelecer uma prova de valor. Nós nos concentramos no estágio de avaliação de novas tecnologias, não na decisão sobre qual tecnologia avaliar.

Uma “prova de valor” é um experimento que deve responder às seguintes perguntas:

  • Qual valor a tecnologia cria para sua empresa?
  • Qual é o seu retorno sobre o investimento?

Mas como você deverá configurar uma boa experiência que responda às perguntas acima?

Com base na vasta experiência com nossos clientes, nos restringimos às seguintes quatro regras básicas, que poderão ajuda-lo a melhorar seu processo de tomada de decisão:

1. Objetivo: implantar rapidamente!

Quanto mais rápido você implantar a tecnologia, mais tempo terá para testa-la, e apenas os testes reais fornecerão as informações necessárias para tomar uma boa decisão. Não perca o tempo da sua equipe em infinitas reuniões − coloque as mãos no problema real e canalize o feedback em tempo real.

2. Envolva os futuros usuários

Cada experimento deverá ser o mais próximo possível da realidade e isso inclui os usuários. As pessoas que atualmente administram os processos precisam estar envolvidas neste processo de avaliação o mais cedo possível. Você não quer apenas se beneficiar do conhecimento delas, mas também obter sua adesão. Qualquer ferramenta digital é tão boa quanto à sua contribuição.

3. Escolha um real caso de uso

Cada decisão de configurar uma prova de valor deverá ser acionada por um caso de uso real. Se o caso de uso na vida real não existir, você terá dificuldade em obter para as partes interessadas o valor necessário para ter sucesso.

4. Simplicidade

Quanto mais complexa for a configuração inicial, mais tempo ela demorará para ser implantada e menor será a probabilidade de obter sucesso. As pessoas tendem a adicionar complexidade para resolver problemas. Resista a isso!

A prova de valor não precisará ter uma configuração totalmente escalonável. A maioria dos problemas que surgem ao mover a prova de valor para a implementação “real” são tarefas necessárias a uma distinta quantidade de trabalho.

Seguindo esses critérios, você será capaz de executar sua prova de valor com mais eficiência, ou seja, você será capaz de atingir um tempo de retorno mais rápido.

Esses 4 critérios são simples, este artigo é breve e, com sorte, ao ponto de ser uma boa “prova de valor”.

Veja no vídeo abaixo o projeto piloto que a Konitech desenvolveu com a Continental Parafusos. Fale conosco, caso você tenha interesse em desenvolver um projeto piloto na sua empresa que sirva de prova de valor bem-sucedida para ser apresentada para a sua diretoria.

Fonte: Tulip

PROJETOS

Acelerando a adoção de IIoT nas PMEs

A Konitech está participando do projeto “Acelerando a adoção de IIoT nas PMEs”, que conta com o apoio do WEF – World Economic Fórum e parcerias com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do ESP, o Ministério da Economia e o IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas.

O objetivo do projeto é aumentar a produtividade das pequenas e médias empresas aplicando tecnologias de IIoT (Industrial Internet of Things) para que elas não fiquem de fora da 4ª Revolução Industrial.

Este vídeo apresenta o projeto piloto com a Continental Parafusos. Mais para frente compartilharemos um estudo de caso mais completo sobre o projeto.

Não fique de fora desta revolução, conheça as nossas soluções!

One Trackback:

[…] Então, em vez de perguntar: "Qual é a nossa estratégia de IIoT?", é mais produtivo perguntar “Sobre qual processo gostaríamos de ter mais visibilidade e há uma maneira de a IIoT conseguir faze…”? […]

Deixe uma resposta

× Como posso te ajudar?