fbpx
operações remotas em manufatura

Por Jenna Koo

A era das operações remotas na manufatura

A manufatura é uma indústria física. Você precisa ter pessoas na fábrica para que elas façam as coisas. Sem trabalhadores no local, não haverá manufatura.

Por décadas, essa tem sido a sabedoria convencional. No entanto, o fechamento do setor de manufatura após a pandemia de COVID-19 nos mostrou que a manufatura é mais adequada para trabalho remoto do que se pensava. Uma mistura de maturidade tecnológica, conhecimento digital e muita experimentação mostrou que a manufatura é, de fato, adequada para operações remotas.

Cada vez mais, uma força de trabalho híbrida é uma enorme vantagem competitiva.

Neste artigo, nós reunimos os melhores insights das empresas com os quais trabalhamos, para apresentá-lo aos diferentes tipos de trabalho remoto na manufatura.

O objetivo é dar a você ideias para recursos de operações remotas que você poderá desenvolver em sua organização para que você esteja pronto para tudo.

Tipos de operações remotas

Alguns trabalhos de manufatura sempre foram remotos. Mas, agora está aparente quantas tarefas podem ser realizadas com competência fora do local.

Portanto, vale a pena revisar os diferentes tipos de trabalho remoto que hoje estão disponíveis para as empresas.

Operações remotas por tipo de trabalho

Engenheiros – Historicamente, os engenheiros têm vivido com seus processos. As melhorias de processo são baseadas em observações, e a melhor maneira de fazer isso era “fazer gemba” (Gemba é um termo japonês que significa "o local real") e observar. Assim, as empresas colocam um recurso em uma linha para registrar os dados.

Todavia, nós temos visto que esse nível de imersão pessoal nem sempre é necessário. Com melhor acesso aos dados de desempenho, os engenheiros podem avaliar o desempenho do processo sem ver o funcionamento das linhas em primeira mão. Além disso, alguns de nossos clientes permitiram que engenheiros criassem e modificassem aplicativos remotamente. Isso significa que os engenheiros estão prosseguindo em suas atividades de melhoria contínua fora do local.

Gerência − Embora as fábricas sempre precisem de algum nível de supervisão, quanto mais dados estiverem disponíveis, haverá menor necessidade de estar no local. Vimos que mover os programadores de gerenciamento e produção para fora do local e, ao mesmo tempo, mantê-los em sintonia com a produção por meio de ferramentas de colaboração simples, tornou possível garantir a continuidade dos negócios, ao mesmo tempo em que isto reduziu o número de "botas no chão de fábrica".

Operadores − No extremo final do espectro, algumas empresas têm experimentado formas distribuídas de produção. Aqui, elas usam plataformas de aplicativos digitais para enviar instruções de trabalho aos operadores. Os operadores recebem e enviam produtos acabados por meio de um portador (algum tipo de serviço de entrega). Vimos isso acontecer com bom sucesso imediatamente após os bloqueios (lockdowns), e é um modelo operacional com imenso potencial. Esse tipo de harmonização em uma força de trabalho distribuída torna a manufatura remota uma realidade.

Operações remotas por caso de uso

Em manufatura, as “operações remotas” estão cada vez mais sendo usadas como uma abreviatura para o monitoramento remoto de ativos. Isso está prestando um péssimo serviço às operações remotas. Na realidade, há uma variedade de tipos de trabalho remoto.

Treinamento

O treinamento é tradicionalmente feito com o "sistema de camaradagem". Os novos contratados acompanham um trabalhador experiente e aprendem através do relacionamento. Com os aplicativos de treinamento, os novos contratados podem obter agilidade em novos processos sem colocar os pés na fábrica − ou sem a necessidade de outra pessoa ficar ao lado deles.

Na prática, isto funciona.

“Normalmente temos treinamento de colegas”, disse Audra Kirkland, Chefe de Manufatura Digital da Terex Corporation, sobre como o treinamento remoto mudou suas operações. Mas agora a Terex está testando aplicativos de treinamento digital, que podem ser praticados remotamente. “Estamos avançando por meio de uma abordagem de trabalho guiada, na qual fazemos as pessoas aprenderem no trabalho à medida que o executam, por meio de um processo guiado sem que um ser humano precise estar ao lado delas. Foi revelador como podemos usar a tecnologia para limitar a exposição no futuro, agora que sabemos o que o futuro nos reserva”.

Design de processos

Alguma quantidade de configuração de processo físico é inevitável. Mas nossos clientes transferiram alguns de seus engenheiros para um local remoto, lidando com o projeto e a melhoria do processo fora do local, enquanto que uma pequena equipe faz ajustes físicos na fábrica.

Colaboração

Alguns de nossos clientes encontraram maneiras de replicar a colaboração pessoal com ferramentas digitais. Um grupo usou videoconferência para diagnosticar uma falha de equipamento remotamente, através de uma operação que chamou um especialista em engenharia externo.

Ryanne Harms, VP de Operações de Pessoas da Piaggio Fast Forward (PFF), observou que sua equipe encontrou maneiras de fazer a colaboração remota funcionar. “Nem todo mundo está de volta ao local. Tínhamos alguns de nossos engenheiros [remotos] trabalhando com equipes de produção e supervisores na linha”, disse ela sobre a estratégia remota de sua equipe. Imagine “o VP de Engenharia realizando um zoom remoto para solucionar algo na linha”.

Monitoramento de equipamentos e ativos

Com máquinas e equipamentos conectados, há menor necessidade de ter uma equipe de manutenção no local. Os sensores podem monitorar o status e a integridade dos ativos em tempo real, permitindo que as equipes enviem técnicos apenas quando for necessário.

Fatores a considerar

1) Você pode acessar seus dados?

Para que a maioria das formas de manufatura remota funcione, as equipes precisam ser capazes de acessar os dados de produção. Se você não tiver dados acessíveis remotamente, você não terá visibilidade em tempo real sobre os seus dados. Isso significa ter que colocar pessoas na fábrica para observar pessoalmente. Se você estiver interessado em expandir suas operações remotas, os dados em tempo real e abertamente acessíveis são um bom lugar para começar.

2) Como as equipes irão colaborar?

A maioria das organizações possui um conjunto sólido de ferramentas de conferência e colaboração. Entre Zoom, Microsoft Teams, Slack e G-Suite, as organizações têm a maioria do que precisam para manter sua força de trabalho híbrida envolvida.

Mas e quando se tratar de outras formas de colaboração? Você está preparado para garantir a continuidade no treinamento, manutenção e programação remotamente?

3) De quais recursos você precisaria para aumentar a eficácia de sua força de trabalho?

Embora a maioria das organizações possa expandir seu trabalho remoto com as ferramentas que usam hoje, para a maioria dos grupos, as novas tecnologias podem percorrer um longo caminho.

A melhor pergunta a fazer aqui é: "O que ajudaria meus funcionários a trabalhar de forma mais eficaz?" Essa pergunta deve apontar para um conjunto de recursos, que o ajudará a descobrir qual tecnologia será realmente necessária.

Rumo a uma força de trabalho híbrida

Se aprendemos alguma coisa nos últimos seis meses, é que o trabalho remoto é mais possível para a manufatura do que qualquer um esperava. Se a indústria retornará ou não a uma força de trabalho totalmente presente, isto é uma questão em aberto.

O que não está em questão é que uma força de trabalho híbrida é possível na manufatura. E as organizações que realizam operações híbridas corretas têm uma enorme vantagem competitiva.

Se você estiver interessado em saber mais como a plataforma da Tulip, representada no Brasil com exclusividade pela Konitech, pode impulsionar a sua força de trabalho híbrida, entre em contato.

Fonte: Tulip

E-BOOK

Augmented Worker

Potencializando as Pessoas na Indústria 4.0

Este guia apresentará o aprimoramento da manufatura – as novas tecnologias, seus casos de uso e seus princípios. Definiremos o que significa extensão no contexto da manufatura, explicaremos por que a manufatura precisa ser aprimorada agora e avaliaremos as diferentes tecnologias e aplicações que estão ampliando a atividade dos trabalhadores no chão de fábrica, no cenário atual.

Deixe uma resposta

× Como posso te ajudar?