fbpx
equipamento conectado

Por Luis Morinigo, VP Business Development & Strategic Partnerships da TwinThread

O estado de suas operações está continuamente se adaptando para sobreviver e prosperar em seu setor.

Existem sete estágios estabelecidos nesta jornada de modernização operacional. Ao revisar o que se segue, você entenderá o que é cada estágio, os benefícios que ele proporcionará e as próximas etapas para obter um melhor desempenho.

Estágio 1: Computação

  • Descrição: Você tem armazenamentos de dados em funcionamento, coletando dados sobre o desempenho de seus equipamentos.
  • Benefícios: Esses armazenamentos beneficiam sua organização ao coletar grandes quantidades de dados em relação a uma variedade de métricas que, se utilizadas, apoiarão seus operadores na identificação de áreas para melhoria.
  • O que virá a seguir? Organizações que estiverem neste estágio de modernização estarão procurando se conectar à riqueza de dados alojados nesses armazenamentos de dados.
  • Dica profissional: Fato pouco conhecido; a partir deste estágio, você tem a oportunidade de pular várias etapas, uma vez que não precisará integrar sistemas legados.

Estágio 2: Conectividade

  • Descrição: Por meio da aplicação de agentes de dados (data agentes), você se conecta aos seus dados para que eles não fiquem isolados em seus armazenamentos de informações.
  • Benefícios: Você estabeleceu uma conexão entre os dispositivos de coleta de dados e a tecnologia que os interpreta.
  • O que virá a seguir? Agora que você tem acesso aos seus dados, é hora de ganhar alguma visibilidade para que possa começar a ver o que está acontecendo com seus equipamentos (o que está impulsionando uma operação bem-sucedida).
  • Dica profissional: Ter insights em tempo real é importante, mas ser capaz de prever o que acontecerá é muito mais poderoso e permite que você seja mais proativo.

Estágio 3: Visibilidade

  • Descrição: Ao aplicar painéis de telemetria e dados de série temporal, agora você poderá "ver" o que está ocorrendo com seus equipamentos, em tempo real.
  • Benefícios: Seus operadores terão autonomia para evitar que as anomalias se tornem maiores e mais problemáticas (tempo de inatividade dos equipamentos, explosão de componentes, etc.).
  • O que virá a seguir? Ver o que está acontecendo é ótimo − entender por que está acontecendo é melhor. A próxima etapa é implementar a capacidade de identificar as causas raízes.
  • Dica profissional: Mantenha seus especialistas internos (engenheiros e operadores) na frente e no centro. A velocidade para valorizar só poderá ocorrer com seus especialistas no assunto liderando o caminho.

Estágio 4: Transparência

  • Descrição: Agora você estará aplicando séries temporais/análise de dados históricos e modelos de dados hierárquicos. Esses elementos permitem que seus especialistas identifiquem por que algo está acontecendo.
  • Benefícios: Com um maior nível de compreensão do motivo pelo qual um determinado evento está acontecendo, seus operadores estarão mais bem equipados para ver um problema e impedir que ele se complique.
  • O que virá a seguir? Você sabe o que está acontecendo agora e pode olhar para o passado para entender o porquê. Agora é hora de direcionar seus interesses para o futuro − o que irá acontecer.
  • Dica profissional: Você precisa de uma solução que qualquer engenheiro possa usar. A tecnologia que visualiza as informações operacionais para que elas sejam facilmente interpretadas permitirá que seus solucionadores de problemas descubram adaptações valiosas com rapidez e eficiência.

Estágio 5: Previsões

  • Descrição: Os modelos de IA e a aprendizado de máquina (ML) estão sendo aplicados aos seus dados para prever o que acontecerá com os seus equipamentos, caso um determinado conjunto de circunstâncias continue ou permaneça inalterado.
  • Benefícios: Sua organização será muito mais proativa do que reativa, pois você será capaz de prevenir certos resultados e se preparar para outros.
  • O que virá a seguir? Com a capacidade de prever o que provavelmente ocorrerá, agora é hora de restringir seus processos e eliminar os principais impulsionadores de anomalias e problemas.
  • Dica profissional: Chegar a este ponto não deverá ser demorado. Seus operadores deverão ser apoiados para fazer melhorias rapidamente (em questão de dias).

Estágio 6: Adaptabilidade

  • Descrição: Ciclos de feedback digital e chamadas de método capacitam seus especialistas a agir. Informações digitais identificam áreas de melhoria nos processos em torno de seus equipamentos.
  • Benefícios: Ao considerar variáveis não inerentes ao próprio equipamento, será alcançado um maior nível de controle sobre o desempenho.
  • O que virá a seguir? Continue a interpretar, avaliar, ajustar e aprimorar − descobrindo continuamente oportunidades para melhorar.
  • Dica profissional: Em vez de perguntar “já chegamos?”, pergunte “para onde vamos agora?”.

Estágio 7: Serviços

  • Descrição: Uma mentalidade enraizada na determinação de continuar otimizando as operações em grande escala.
  • Benefícios: Continuando a avaliar os dados sobre os equipamentos, as métricas de desempenho em toda a linha vão melhorar e o custo do negócio como um todo continuará caindo.
  • O que virá a seguir? Neste ponto, você já sabe “o que virá a seguir”? − para fazer a pergunta - “Que métricas estamos avaliando hoje para obter melhorias”?
  • Dica profissional: Chegue a este estágio mais rápido, utilizando a tecnologia que poderá fazer todas as opções acima, em vez de apenas algumas delas.

Depois de revisar esses estágios, em qual deles você acha que está? Depois de saber onde está, você poderá decidir para onde vai e de que precisará para chegar lá. Não importa onde você estiver, a plataforma da TwinThread, representada no Brasil com exclusividade pela Konitech, poderá ajudá-lo em sua próxima etapa. Entre em contato conosco aqui para descrever onde você está em sua jornada operacional – nós ficaremos felizes em mostrar a você como poderemos turbinar sua melhoria contínua.

Fonte: TwinThread

E-BOOK

Este guia é nossa tentativa de convencê-lo de que a primeira palavra na expressão “Cultura Digital” é a mais importante das duas. Adiante, iremos definir e descrever a cultura digital na manufatura; delinear conceitos tecnológicos importantes; e fornecer estratégias concretas para alinhar a visão com a prática. No final, você terá uma base para promover uma forte cultura digital em sua organização e colher os benefícios trazidos por ela.

Deixe uma resposta

× Como posso te ajudar?