fbpx
conhecimento tribal

Por Claire Lamarre

O que é conhecimento tribal na manufatura?

No contexto da manufatura, o conhecimento tribal é uma compreensão de informações e processos que não são registrados em qualquer recurso formal ou compartilhado. Ele é conhecido apenas por alguns funcionários de uma organização.

Na manufatura, o conhecimento tribal geralmente consiste em informações valiosas sobre produtos, processos e clientes, que foram sendo adquiridos em décadas de experiência prática. Esta informação não está escrita: ela reside apenas na memória de alguns trabalhadores. Isso significa que, se esse funcionário sair ou se aposentar, esse conhecimento se perde para sempre.

Exemplos de conhecimento tribal

Definitivamente, os trabalhadores que estão na mesma empresa de manufatura há 10, 20, ou 30 anos acumularam conhecimento tribal.

Por exemplo, há quinze anos, uma prensa hidráulica de montagem começou a superaquecer em uma fábrica. Na época, uma equipe de engenheiros descobriu, por tentativa e erro, que trazer a temperatura do óleo para menos de 48,9 °C poderia resolver o problema. No entanto, como o procedimento informal de resolução de problemas não foi registrado, esses engenheiros continuam sendo as únicas pessoas da empresa que sabem como resolver esse problema específico.

Nosso artigo sobre o tsunami de prata na manufatura também detalha outro exemplo de conhecimento tribal, relacionado a um engenheiro que trabalhou com as mesmas máquinas de embalagem por 20 anos e calculou as configurações do algoritmo em sua cabeça, sempre que algo precisava de uma atualização.

3 razões pelas quais você deve se preocupar com o conhecimento tribal

1. Força de trabalho envelhecida

conhecimento tribal
O tsunami prateado da indústria está chegando: nos próximos anos, mais de um quarto dos trabalhadores se aposentará.

Uma pesquisa mostrou que 27% dos trabalhadores da indústria têm mais de 55 anos (isso nos EUA, mas no Brasil não é muito diferente). Isso significa que muitos trabalhadores das fábricas irão se aposentar nos próximos anos. Se o conhecimento tribal desses trabalhadores não for capturado, ele desaparecerá com eles.

2. Lacunas no treinamento

O envelhecimento da força de trabalho industrial, combinado com a falta de interesse das gerações mais jovens pela indústria, deve resultar em 2,4 milhões de empregos industriais não preenchidos até 2028.

Os programas de treinamento serão cruciais para garantir que cada nova contratação atinja todo o seu potencial. Se algumas informações sobre produtos e processos não forem registradas, será impossível incluí-las nos programas de treinamento − o que acarretará lacunas nos treinamentos.

3. Ser injusto com outros funcionários

Para comparar o desempenho dos operadores de forma justa, é essencial que todos eles tenham acesso às mesmas informações. Os dados não representarão os operadores com precisão se os funcionários mais antigos mantiverem seus valiosos conhecimentos para si próprios.

O que é conhecimento institucional?

O conhecimento institucional é direto: é a informação que é conhecida por todos (ou quase todos) em uma instituição. Este conhecimento é registrado em recursos compartilhados ou é incorporado à cultura da empresa.

Cada funcionário de uma empresa de manufatura pode não saber como manusear uma determinada máquina. A operação das máquinas será considerada conhecimento institucional se todas as informações sobre o sua operação forem registradas e todos souberem onde acessa-las.

Como transformar o conhecimento tribal em conhecimento institucional?

Quando se tratar de institucionalizar o conhecimento tribal, existe um jeito difícil e um jeito fácil de fazê-lo. O caminho mais difícil consiste em passar por todos os seus trabalhadores e identificar os “gurus do conhecimento tribal”, ou seja, os trabalhadores que já existem há anos e têm vasta experiência em suas tarefas.

Assim que os gurus forem identificados, você deverá tentar extrair deles o conhecimento tribal por meio de discussões e observações (é claro que tudo o que eles disserem deverá ser anotado!).

Agora, vamos ver a maneira mais fácil.

A maneira mais fácil dependerá de ferramentas inteligentes. Ao conectar suas máquinas e dispositivos à Internet, você poderá começar a coletar automaticamente dados sobre o desempenho dos operadores e das máquinas.

O software de análise poderá então analisar esses dados e revelar insights de produção. Se um operador estiver realizando certas tarefas muito mais rapidamente do que outros, certamente há algum conhecimento tribal a ser descoberto ali. O mesmo poderá ser dito se o tempo de ciclo de um processo for muito menor quando um determinado engenheiro de processo o estiver monitorando.

Dispositivos conectados e aplicativos de manufatura podem monitorar o tempo das etapas por operador. Os operadores com tempos de etapa significativamente mais baixos provavelmente possuem conhecimento tribal.

Os dois exemplos de conhecimento tribal anteriormente citados também poderiam ser resolvidos facilmente com o software de manufatura correto. Por exemplo, se a prensa hidráulica de montagem fosse equipada com conectividade e sensores IoT, as informações sobre a temperatura do óleo seriam registradas constante e automaticamente.

Sensores conectados à IoT e aplicativos de manufatura
Sensores conectados à IoT e aplicativos de manufatura dão visibilidade sobre como as condições ambientais afetam a qualidade e as operações.

Uma vez que o conhecimento tribal for identificado e registrado, as soluções poderão ser projetadas de forma rápida e fácil com software de manufatura. Por exemplo, o conhecimento tribal poderá ser adicionado a instruções digitais de trabalho e a módulos de treinamento com apenas alguns cliques (não haverá necessidade de editar e imprimir centenas de páginas de instruções em papel).

As empresas poderão incorporar facilmente conhecimentos tribais às suas instruções digitais de trabalho assim que descobrirem um pedaço deles (as informações podem ser registradas em português).

Quando as empresas começarem a coletar dados em tempo real sobre suas operações, elas ganharão visibilidade sobre a produção e garantirão que, a partir desse ponto, todo o conhecimento será transformado em conhecimento institucional.

A Tulip, plataforma de aplicativos de manufatura comercializada no Brasil com exclusividade pela Konitech, ajuda as empresas a descobrir oportunidades para aumentar a eficiência, transformar conhecimentos tribais em conhecimentos institucionais, além de lançar luz sobre a fábrica invisível. Comece hoje mesmo com a Tulip através de um teste gratuito de 30 dias.

Fonte: Tulip

E-BOOK

Este guia é nossa tentativa de convencê-lo de que a primeira palavra na expressão “Cultura Digital” é a mais importante das duas. Adiante, iremos definir e descrever a cultura digital na manufatura; delinear conceitos tecnológicos importantes; e fornecer estratégias concretas para alinhar a visão com a prática. No final, você terá uma base para promover uma forte cultura digital em sua organização e colher os benefícios trazidos por ela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?